quarta — 12/09/2018
Open Call
audotorio_olhao.jpg

The International Festival of Cinema and Literature of Olhão (FICLO) is organized by the Tavira Cineclube in Co-production with the Municipality of Olhão, supported by 365 Algarve. FICLO is a unique project in the country, and one of the few at European level, where through careful programming and parallel activities, it will show the symbiosis and multiple crosses between cinema and literature. Questioning the frontiers between cinema and literature, FICLO proposes to think and create new relations between both artistic practices.

1st edition
Apr 04 - Apr 13, 2019
Olhão, Portugal

Submissions 

'We encourage committed filmmakers to submit via FilmFestivalLife. With monthly subscriptions and pro accounts FilmFestivalLife is the smartest way to save money with a strategic approach. Join the platform where award-winning filmmakers and quality festivals meet.'

 

 

 
segunda — 9/07/2018
Colectivo NADA (Núcleo Audiovisual do Algarve)

Formulário para inscrições

Oficina prática de introdução ao cinema - pelo Colectivo NADA (Núcleo Audiovisual do Algarve)

Entre os dias 9 a 18 de Julho no âmbito da Mostra-ar Livre Cinema'18, em Tavira, decorrerá a Oficina de Introdução ao Cinema ministrada por Miguel Dinis de Oliveira e Débora Pinho Mateus. Os participantes vão aprender os fundamentos da prática cinematográfica através da produção e realização colectiva de um pequeno filme. Todo o processo terá o acompanhamento e orientação dos formadores. Em dia a confirmar e no âmbito da mostra de Verão, será exibido o resultado da oficina: uma curta-metragem colectiva.

Programa:
A ideia, story-line, sinopse, argumento
Diálogos, decoupáge e guião técnico
Rodagem
Montagem 

Local: Claustros do Convento do Carmo
datas: de 9 a 18 de Julho de 2018
Horário: 18h00 às 20h00
Preço: 60€. Máximo de 12 participantes.

Débora Pinho Mateus
Licenciada em Antropologia (ISCTE) e com um mestrado em Antropologia Visual (Universidade de Barcelona), trabalhou em Teatro e como gestora de projectos europeus, dedicando-se nos últimos anos à área da antropologia visual.

Miguel A. Dinis de Oliveira
Realizador, argumentista, professor (ESAP 1998-2016) e investigador de cinema. Encontrando-se a realizar Doutoramento na Universidade de Coimbra.
 

2015-03-02_11.14.22.jpg
sábado — 7/07/2018


*** às 20h30 com acompanhamento ao ViVo de Shaolines del Amor.
*** às 24h00 com o acompanhamento da música de Diogo Alvim. 

BRANCO1.jpg

Um frame teima em parar junto à lâmpada e uma magnífica bola de celulóide queimada
se revela no ecrã.
 

Segundo o 'Dicionário do fogo' edição de 1919, processos de combustão associados à projeção de imagens em celulóide podem categorizar-se em 3 tipologias base:
    
1) nitrocelulóides: quando a película de base é feita de nitrocelulóide altamente instável. 
2) ultravioleta: quando a lâmpada de projeção é de arco voltaico. 
3) celucarbónicas: quando a celulóide é simplesmente celulosa. 

Prazer ou sentido incendiário que surgiu nas frequentes sessões familiares de super8.
Com Francisca Bagulho, António Gomes, Cláudia Castelo e Manuel Henriques.

 

de segunda — 17/07/2017 a sexta — 21/07/2017
Narrativa Gráfica - Por Marco Mendes

Oficina: Centro Ciência Viva (Laboratório) – Claustros do Convento do Carmo
Exposição: Claustros do Convento do Carmo

marco_mendes.jpg

Entre os dias 17 a 21 de Julho no âmbito da Mostra- ar livre cinema17, em Tavira, decorrerá a Oficina de Desenho para Narrativa a cargo do artista Marco Mendes, sediado no Porto. Os participantes virão a conhecer as características específicas da narrativa gráfica, com uma abordagem artística. A oficina terá também um aspecto funcional, entendendo o desenho para narrativa como uma ferramenta fundamental para a simulação e orientação do trabalho artístico, muito útil também para outras disciplinas, nomeadamente, ilustração, cinema, teatro, dança, performance, etc…
 
As inscrições já estão abertas e as vagas são limitadas. Os interessados poderão participar num dia à solta ou no curso completo.  Formulário para preencher em baixo !

Datas: 17,18,19,20, e 21 de Julho de 2017 

Horários: Sessões diárias de 3 horas das 18h às 21h

Preço:
10 euros dia / 40 euros semana
Sócios – 8 euros dia / 30 euros semana
Máximo de 12 participantes por dia

Programa:

1º Dia - Banda Desenhada para todos. Neste workshop vamos inventar e desenhar as histórias mais loucas e divertidas. Público alvo: dos 7 aos 12 anos Material necessário: lápis, canetas pretas finas e grossas, folhas A3, corrector.

2º Dia - Confissões e Ficções. Neste workshop vamos desenhar narrativas a partir da nossa experiência pessoal. Público alvo: a partir dos 12 anos. Material necessário: lápis, canetas pretas finas e grossas, folhas A3, corrector.

3º dia - Introdução ao desenho à vista. Medidas e proporções, desenho estrutural, claro-escuro. Público alvo: acima dos 15 anos. Material necessário: lápis, folhas A3.

4º dia - Desenho de memória - Figuras no espaço.  Perspectiva linear, campo visual, desenho de figura. Público alvo: acima dos 15 anos. Material necessário: lápis, canetas pretas finas e grossas, folhas A3, corrector. 

5º dia - A Cor e o Claro-escuro no Desenho de Memória. Sombras próprias e projectadas. Perspectiva atmosférica. Teoria da cor: saturação, temperatura e complementaridade. Público alvo: acima dos 15 anos. Material necessário: lápis, marcadores de cores diferentes, aguarelas ou guaches, folhas A3, corrector.

Marco Mendes (Coimbra, 1978) Licenciado em Design de Comunicação pela Faculdade de Belas Artes da Universidade do Porto. Autor de banda desenhada, ilustrador, artista plástico e professor. Membro fundador do Clube de Desenho, do Porto. Criou com Miguel Carneiro o colectivo artístico e editorial A Mula, em 2006, responsável pela publicação de diversas antologias de banda desenhada, ilustração e artes plásticas, bem como por inúmeras exposições colectivas, em Portugal e no estrangeiro. Publicou em 2008 o livro "Tomorrow the Chinese Will Deliver the Pandas", pela Plana Press, em Maio de 2012 a novela gráfica "Diário Rasgado", que compila uma série de BD's autobiográficas, em 2013 o álbum de desenhos "Anos Dourados" e em 2014 a novela gráfica "Zombie", todos pela Mundo Fantasma.