Arquivo

quinta — 20/12/2018

Curta- metragens. V.O. em Português/ English Subtitles

Ride > Realização: Paul Bush · 6’ min | Rio entre as montanhas > Realização: José Magro · 10’ min | A barriga de Mariana > Realização: Fernando Mesquita · 19’ min | Agouro > Realização: David Doutel, Vasco Sá · 15’ min | Tudo o que imagino > Realização: Leonor Noivo · 30’ min

tudo_o_que_imagino.jpg

A curta-metragem portuguesa tem vidno a ser celebrada pela sua qualidade em festivais de cinema de todo o mundo, revelando todos os anos novos e talentosos cineastas. O programa que aqui apresentamos dá a oportunidade de conhecer algumas das novas produções potuguesas dos últimos meses de autores internacionalmente premiados e também de nomes promisssores que se vão afirmando no campo da curta-metragem.

domingo — 16/12/2018

Documentário, Biografia - US, 2013, 83 min. - V.O. em Inglês - Legendado em Português
Realização e Argumento: John Maloof, Charlie Siskel · Fotografia: John Maloof · Montagem: Aaron
Wickenden


 

VIVIAN_MAIER.jpg

Em 2007, John Maloof comprou uma caixa com 40 mil negativos numa leiloeira de Chicago por apenas 380 dólares. Nesse momento, estava longe de imaginar que tinha acabado de tropeçar nos inéditos de Vivian Maier, a ama americana de ascendência francesa nascida em 1926 que, com essas fotos, foi postumamente considerada uma das maiores fotógrafas do quotidiano americanas do século XX. Depois daquele dia na leiloeira, Maloof tentou desvendar o mistério de vida de Maier, que passou mais de 50 anos a tirar fotografias sem que o mundo soubesse da sua existência. Ao pesquisar a sua identidade, a única coisa que ele encontrou foi uma morada que lhe deu algumas pistas sobre as pessoas com quem ela se foi cruzando em Chicago, a cidade onde viveu a maior parte da vida. Mais tarde, juntou-se ao cineasta Charlie Siskel para realizarem juntos este documentário, onde entrevistaram casais que contrataram os serviços dela, adultos que cuidou em criança ou vizinhos que se lembram dela. Nasceu em Nova Iorque, cresceu em França e regressou aos EUA para viver como ama durante 40 anos.  Descrita por todos como “muito reservada”, Vivian Maier encontrou a fama depois de morrer, no dia 21 de Abril de 2009, aos 83 anos. Foram três pessoas de quem tinha sido ama que a sustentaram no final da sua vida. PÚBLICO

 

Festival de Berlim - Panorama (2014)
Oscars - Nomeado ao Oscar de Melhor Documentário (2015)

quinta — 13/12/2018

Após a sessão, conversa entre Paulo Abreu, Rogério de Carvalho e Miguel Dinis de Oliveira

Documentário - PT, 2017, 75 min. - V.O. em Português e Inglês - Legendado em Português / English Subtitles

Realização: Paulo Abreu · Argumento: Dinarte Branco, Nuno Costa Santos · Fotografia: Paulo Abreu,
Francisco Rosas · Montagem: Paulo Abreu · Com: Zita Almeida, Tony Brum, Louie de Sousa, Joe Leandro

I_DONT_BELONG_HERE.jpg

Este filme, parte da ideia de acompanhar a estreia e digressão de I Don't Belong Here, encenado por Dinarte Branco e com a dramaturgia de Nuno Costa Santos, criado a partir da história de um grupo de deportados. Pretende ser uma reflexão e uma chamada de atenção sobre a experiência da deportação, acabando por ser também um filme sobre a natureza humana e a sua capacidade de adaptação

Doclisboa International Film Festival (2017) - Schools Award ETIC - Melhor filme na
competição Portuguesa

segunda — 10/12/2018

Oficina de Encenação + Colóquios sobre Teatro, Cinema e Literatura + 1 filme "I don´t belong here" de Paulo Abreu

 

Rogerio_de_Carvalho.jpg

 

Oficina

O FICLO [Festival Internacional de Cinema e Literatura de Olhão] organiza uma Oficina de Encenação orientada por Rogério de Carvalho (Grande Prémio da Crítica de Teatro, Prémio da Crítica da Melhor Encenação, Prémio Almada), para todos aqueles que queiram aprofundar o seu trabalho na área teatral. A Oficina decorrerá em Dezembro, durante 1 semana no espaço do CAT - casa das artes de tavira.  

Horário: das 10:30 às 18:30 de 10 a 16 de Dezembro.

Inscrições: enviar mail com pequena Bio para info@ficlo.pt
Oficina de 7 dias - 150€

Colóquios 

10/12 às18h30 na Concept Store Ozadi >> Conversa com Rogério de Carvalho >> O Cinema no teatro

16/12 às 18h30 na Concept Store Ozadi >> Conversa com Rogério de Carvalho >> Resultados do trabalho desenvolvido com apresentação de filmagens realizadasno âmbito da oficina

13/12 às 21h no Clube de Tavira >> Filme: I don´t belong here >> Conversa com Paulo Abreu, Rogério de Carvalho e Miguel Dinis de Oliveira

Com o patrocínio do Ozadi Hotel // Com o Apoio do CAT

domingo — 9/12/2018

Aventura, Drama - PT/BR, 2017, 116 min. - M/14 - V.O. em Português - English Subtitles

Realização: Daniela Thomas · Argumento: Daniela Thomas, Beto Amaral · Fotografia: Inti Briones ·
Com: Adriano Carvalho, Luana Nastas, Sandra Corveloni

 

vazante.jpg

Em 1821, décadas antes da abolição da escravatura, António (o português Adriano Carvalho) gere uma fazenda que não funciona em Minas Gerais, no Brasil. Quando a mulher morre ao dar à luz a um bebé seu, que também não sobrevive, ele casa-se com a filha menor do cunhado, com quem não pode ter filhos. Ao sair da fazenda para vender escravos e gado, a sua nova mulher começa a dar-se com os escravos, que se tornam a sua companhia até ao momento em que um conflito estala.
Esta dramática co-produção brasileira e portuguesa é a primeira longa metragem a solo de Daniela Thomas, que co-realizou filmes como "Terra Estrangeira", "O Primeiro Dia" e "Linha de Passe" com Walter Salles ou "Insolação" com Felipe Hirsch. Dirigiu também a cerimónia de abertura dos Jogos Olímpicos de 2016, ao lado de Fernando Meirelles.
PÚBLICO


Berlin International Film Festival (2017) - Panorama Audience Award - Nomeado para
melhor filme | Havana Film Festival (2017) - Grand Coral /First Prize - Nomeado para melhor filme

 

quinta — 6/12/2018

Drama - PT/FR/BR, 2018, 84 min. - M/14 - V.O. em Português - English Subtitles

Realização: Sérgio Tréfaut· Argumento: Sérgio Tréfaut (adaptação), Manuel da Fonseca (romance) · Fotografia: Acácio de Almeida · Com: Sergi López, Catarina Wallenstein, Adriano Luz

raiva.jpg

Década de 1950. A vida no Alentejo é difícil. Os trabalhadores rurais, sob o domínio dos grandes proprietários, trabalham de sol a sol e o que ganham muitas vezes não é suficiente para alimentar as suas famílias. Uma noite, depois de ser vítima de uma grande injustiça, um homem perde a razão e transforma-se num assassino…
Com realização de Sérgio Tréfaut, “Raiva” é um filme a preto e branco que adapta ao grande ecrã a obra “Seara de Vento” (1958), de Manuel da Fonseca, um clássico do neo-realismo português sobre a pobreza, a opressão e as injustiças sociais que se inspirou num evento verídico acontecido em Beja, em 1930. O elenco, de luxo, conta com Hugo Bentes,  Sergi López, Catarina Wallenstein, Rogério Samora, Adriano Luz, Leonor Silveira, Lia Gama, Isabel Ruth, Diogo Dória e Luís Miguel Cintra, entre outros. PÚBLICO

 

Moscow International Film Festival (2018) - Golden St. George - Nomeado Sérgio
Tréfaut | Filme encerramento do IndieLisboa (2018) | Seleção oficial do Filmfest Munchen, do Festival de Cinema Europeu de Sevilha e da Mostra Internacional de Cinema de São Paulo... | Prémio do público no Festival Periferias (Portugal-Espanha)

quinta — 29/11/2018
Uma mulher doce

clube de tavira

Drama/Mistério- FR/DE/RU/LT, 2017, 143 min. - M/16 - V.O. em Russo
Realização e Argumento: Sergey Loznitsa · Fotografia: Oleg Mutu · Com: Liya Akhedzhakova, Valeriu Andriutã, Vasilina Makovtseva

uma_mulher_doce.jpg

Numa pequena aldeia russa, uma mulher recebe uma encomenda que tinha enviado ao marido, actualmente a cumprir pena numa prisão siberiana. Perturbada com a devolução, decide deixar tudo para trás e ir até ao local onde ele se encontra para tentar perceber o que se terá passado. Enfrentando todos os tipos de violência e humilhação que caracterizam as instituições de justiça do seu país, ela dá início a uma estóica luta contra a injustiça…

Em competição pela Palma de Ouro no Festival de Cinema de Cannes, um filme dramático realizado pelo ucraniano Sergei Loznitsa (“A Minha Alegria”, “No Nevoeiro”), que se inspira vagamente num conto de Dostoyevsky. Co-produção entre a França, Alemanha, Lituânia e Holanda, “Uma Mulher Doce” conta com Vasilina Makovtseva, Sergei Kolesov, Dimitry Bykovsky e Lia Akhedzhakova como protagonistas. PÚBLICO
Adana Film Festival (2017) - Special Jury Award - Sergey Loznitsa 
Cannes Film Festival (2017) - Palme d'Or - Nomeado Sergey Loznitsa 

domingo — 25/11/2018

CLUBE DE TAVIRA

Biografia/Animação- PL/ES/DE/BE, 2018, 85 min. - M/12 - V.O. em Inglês, Português, Espanhol e Polaco
Realização: Raúl de la Fuente, Damian Nenow · Argumento: Raúl de la Fuente, Amaia Remírez, Niall Johnson · Fotografía: Raul De La Fuente, Gorka Gómez Andreu · Com: Miroslaw Haniszewski, Vergil J. Smith, Tomasz Zietek

um_dia_mais_de_vida.jpg

Mais um Dia de Vida é a adaptação ao cinema do livro homónimo de Ryszard Kapuscinski, um dos maiores repórteres de guerra do século XX. No Verão de 1975, ele é enviado para Angola, numa altura em que os portugueses estão em debandada e os movimentos de libertação se envolvem numa guerra civil sem tréguas. De uma Luanda transformada em cidade fantasma sitiada, até à fronteira sul à beira da invasão sul-africana, Kapuscinski é uma testemunha ímpar do nascimento conturbado de um novo país. Com uma técnica de animação extraordinária e um trabalho documental que vai ao encontro dos homens que com ele então se cruzaram, o filme é uma belíssima homenagem a um grande repórter de guerra. MIDAS

Biografilm Festival (2018) - Audience Award - Competição Internacional 
San Sebastián International Film Festival (2018) - Audience Award - Melhor filme

quinta — 22/11/2018

CLUBE DE TAVIRA

Biografia- BR/PT/ES, 2017, 97 min. - M/14 - V.O. em Português - English Subtitles
Realização e Argumento: Marcelo Gomes · Fotografia: Pierre de Kerchove · Com:  Júlio Machado, Isabel Zuaa, Rômulo Braga
 

jaoquim.jpg

O brasileiro Joaquim José da Silva Xavier, mais conhecido como Tiradentes, ficou para a História do país sul-americano como um herói da luta pela independência. A trajectória de como um soldado colonial do século XVIII se transformou num herói revolucionário é mostrada episodicamente neste filme que mistura ficção com factos históricos.
A obra de Marcelo Gomes, que realizou filmes como "Cinema, Aspirinas e Urubus" ou "O Homem das Multidões", além de ter escrito o guião de "Madame Satã", é uma co-produção entre o Brasil, Espanha e Portugal. Protagonizado pelo brasileiro Júlio Machado, o filme conta com vários actores portugueses no elenco, como Isabél Zuaa, Nuno Lopes ou o luso-guineense Welket Bungué. PÚBLICO

CinEuphoria Awards (2018) - Top Ten of the Year, National Competition - Marcelo Gomes
Berlin International Film Festival (2017) - Golden Berlin Bear - Nomeado para melhor filme

quinta — 15/11/2018

CLUBE DE TAVIRA

Drama - ES/AR, 2011, 82 min. - M/12 - V.O. em Espanhol e Guarani
Realização: Pablo Giorgelli · Argumento: Pablo Giorgelli, Salvador Roselli · Fotografia: Diego Poleri · Com: Germán de Silva, Hebe Duarte, Nayra Calle Mamani

15_las-acacias_1.jpg

Rubén viaja no seu camião carregado de madeira pela auto-estrada que liga Assunção (Paraguai) a Buenos Aires (Argentina). Habituado a esta viagem, gosta da solidão e da calma que a paisagem lhe incute. Porém, desta vez, tem como companheira de viagem Jacinta, uma desconhecida que vai procurar trabalho em Buenos Aires e precisa de boleia. Não vem sozinha: traz Anahí, uma bebé de oito meses. Se, a princípio, Rubén se sente desconfortável com a presença das duas, depressa se apercebe o quão agradável pode ser conhecê-las…

Primeira longa-metragem de Pablo Giorgelli, uma história dramática em estilo "road movie", com actuações de Germán de Silva, Hebe Duarte e Nayra Calle Mamani, a bebé. PÚBLICO

Argentinean Film Critics Association Awards (2012) - Silver Condor -  Melhor filme, melhor edição, melhor fotografia.
Cannes Film Festival (2011) - ACID Award - Pablo Giorgelli 
Cannes Film Festival (2011) - Golden Camera - Pablo Giorgelli