Estamos temporariamente no Clube de Tavira, R. da Liberdade 23, 8800-399 Tavira

quinta — 1/11/2018 — 21h

Clube de Tavira

Drama - IT/FR/DE, 2018, 125 min. - M/12- V.O. em Italiano 
Realização e Argumento: Alice Rohrwacher · Fotografia: Hélène Louvart · Com: Adriano Tardiolo, Agnese Graziani, Luca Chikovani

01_lazzaro.jpg

Lazzaro é um jovem simples, trabalhador e sempre pronto a sacrificar-se pelos outros. A sua brandura faz dele uma presa fácil de todos os que, de uma forma ou outra, desejam aproveitar-se da sua inocência – seja Tancredi, um jovem nobre de intenções duvidosas, ou a terrível Marquesa Alfonsina de Luna, proprietária das terras onde ele vive com a família e que mantém os seus trabalhadores presos a rituais antigos, de forma a isolá-los do progresso. Quando Tancredi convence Lázaro a ajudá-lo fingir o seu próprio rapto, ele não imagina o quanto isso vai alterar a sua forma de vida…
Em competição pela Palma de Ouro na edição de 2018 do Festival de Cinema de Cannes – onde recebeu o Prémio de Melhor Argumento “ex-aequo” com o filme “Três Faces”, de Jafar Panahi –, um drama com assinatura de Alice Rohrwacher (a celebrada realizadora de “O País das Maravilhas” - grande Prémio do júri em Cannes). Adriano Tardiolo, Agnese Graziani, Luca Chikovani e a própria realizadora, misturados com actores não-profissionais, dão vida às personagens. PÚBLICO

Cannes Film Festival (2018) - Melhor Argumento - Alice Rohrwacher 
International Cinephile Society Awards  (2018) - ICS Cannes Award - Alice Rohrwacher

 

quinta — 8/11/2018 — 21h
Apresentação do realizador Miguel Clara Vasconcelos

CLUBE DE TAVIRA

Aventura/Drama/Mistério - PT, 2017, 83 min. - M/12 - V.O. em Português / English Subtitles
Realização e Argumento: Miguel Clara Vasconcelos · Fotografia: Sarah Cunningham · Com: Ágata Pinho, Alexander David, Isabel Costa

08_encontro.jpg

Cinco estudantes universitários organizam um encontro secreto numa aldeia isolada. Crentes de que obedecendo às regras do dux entrarão no mundo da verdadeira sabedoria, eles aceitam submeter-se cegamente às suas ordens. O que daí resulta é uma verdadeira visita ao inferno…
Um filme dramático sobre os rituais iniciáticos associados às praxes académicas, inspirado na tragédia da praxe do Meco quando, a 15 de Dezembro de 2013, seis estudantes se afogaram no mar. Estreia na realização em longa-metragem de Miguel Clara Vasconcelos (autor de "Documento Boxe" e "O Triângulo Dourado", duas curtas vencedoras do Curtas Vila do Conde, em 2005 e 2014, respectivamente), "Encontro Silencioso" recebeu o prémio de Melhor Longa-Metragem Portuguesa no IndieLisboa. PÚBLICO


IndieLisboa International Independent Film Festival (2017) - Allianz  Ingreme Award - Melhor longa metragem Portuguesa. São Paulo International Film Festival (2017) - New Directors Competition - Nomeado para melhor filme.

quinta — 29/11/2018 — 21h
Uma mulher doce

clube de tavira

Drama/Mistério- FR/DE/RU/LT, 2017, 143 min. - M/16 - V.O. em Russo
Realização e Argumento: Sergey Loznitsa · Fotografia: Oleg Mutu · Com: Liya Akhedzhakova, Valeriu Andriutã, Vasilina Makovtseva

uma_mulher_doce.jpg

Numa pequena aldeia russa, uma mulher recebe uma encomenda que tinha enviado ao marido, actualmente a cumprir pena numa prisão siberiana. Perturbada com a devolução, decide deixar tudo para trás e ir até ao local onde ele se encontra para tentar perceber o que se terá passado. Enfrentando todos os tipos de violência e humilhação que caracterizam as instituições de justiça do seu país, ela dá início a uma estóica luta contra a injustiça…

Em competição pela Palma de Ouro no Festival de Cinema de Cannes, um filme dramático realizado pelo ucraniano Sergei Loznitsa (“A Minha Alegria”, “No Nevoeiro”), que se inspira vagamente num conto de Dostoyevsky. Co-produção entre a França, Alemanha, Lituânia e Holanda, “Uma Mulher Doce” conta com Vasilina Makovtseva, Sergei Kolesov, Dimitry Bykovsky e Lia Akhedzhakova como protagonistas. PÚBLICO
Adana Film Festival (2017) - Special Jury Award - Sergey Loznitsa 
Cannes Film Festival (2017) - Palme d'Or - Nomeado Sergey Loznitsa 

quinta — 15/11/2018 — 21h

CLUBE DE TAVIRA

Drama - ES/AR, 2011, 82 min. - M/12 - V.O. em Espanhol e Guarani
Realização: Pablo Giorgelli · Argumento: Pablo Giorgelli, Salvador Roselli · Fotografia: Diego Poleri · Com: Germán de Silva, Hebe Duarte, Nayra Calle Mamani

15_las-acacias_1.jpg

Rubén viaja no seu camião carregado de madeira pela auto-estrada que liga Assunção (Paraguai) a Buenos Aires (Argentina). Habituado a esta viagem, gosta da solidão e da calma que a paisagem lhe incute. Porém, desta vez, tem como companheira de viagem Jacinta, uma desconhecida que vai procurar trabalho em Buenos Aires e precisa de boleia. Não vem sozinha: traz Anahí, uma bebé de oito meses. Se, a princípio, Rubén se sente desconfortável com a presença das duas, depressa se apercebe o quão agradável pode ser conhecê-las…

Primeira longa-metragem de Pablo Giorgelli, uma história dramática em estilo "road movie", com actuações de Germán de Silva, Hebe Duarte e Nayra Calle Mamani, a bebé. PÚBLICO

Argentinean Film Critics Association Awards (2012) - Silver Condor -  Melhor filme, melhor edição, melhor fotografia.
Cannes Film Festival (2011) - ACID Award - Pablo Giorgelli 
Cannes Film Festival (2011) - Golden Camera - Pablo Giorgelli 

 

quinta — 22/11/2018 — 21h

CLUBE DE TAVIRA

Biografia- BR/PT/ES, 2017, 97 min. - M/14 - V.O. em Português - English Subtitles
Realização e Argumento: Marcelo Gomes · Fotografia: Pierre de Kerchove · Com:  Júlio Machado, Isabel Zuaa, Rômulo Braga
 

jaoquim.jpg

O brasileiro Joaquim José da Silva Xavier, mais conhecido como Tiradentes, ficou para a História do país sul-americano como um herói da luta pela independência. A trajectória de como um soldado colonial do século XVIII se transformou num herói revolucionário é mostrada episodicamente neste filme que mistura ficção com factos históricos.
A obra de Marcelo Gomes, que realizou filmes como "Cinema, Aspirinas e Urubus" ou "O Homem das Multidões", além de ter escrito o guião de "Madame Satã", é uma co-produção entre o Brasil, Espanha e Portugal. Protagonizado pelo brasileiro Júlio Machado, o filme conta com vários actores portugueses no elenco, como Isabél Zuaa, Nuno Lopes ou o luso-guineense Welket Bungué. PÚBLICO

CinEuphoria Awards (2018) - Top Ten of the Year, National Competition - Marcelo Gomes
Berlin International Film Festival (2017) - Golden Berlin Bear - Nomeado para melhor filme

domingo — 25/11/2018 — 20h30

CLUBE DE TAVIRA

Biografia/Animação- PL/ES/DE/BE, 2018, 85 min. - M/12 - V.O. em Inglês, Português, Espanhol e Polaco
Realização: Raúl de la Fuente, Damian Nenow · Argumento: Raúl de la Fuente, Amaia Remírez, Niall Johnson · Fotografía: Raul De La Fuente, Gorka Gómez Andreu · Com: Miroslaw Haniszewski, Vergil J. Smith, Tomasz Zietek

um_dia_mais_de_vida.jpg

Mais um Dia de Vida é a adaptação ao cinema do livro homónimo de Ryszard Kapuscinski, um dos maiores repórteres de guerra do século XX. No Verão de 1975, ele é enviado para Angola, numa altura em que os portugueses estão em debandada e os movimentos de libertação se envolvem numa guerra civil sem tréguas. De uma Luanda transformada em cidade fantasma sitiada, até à fronteira sul à beira da invasão sul-africana, Kapuscinski é uma testemunha ímpar do nascimento conturbado de um novo país. Com uma técnica de animação extraordinária e um trabalho documental que vai ao encontro dos homens que com ele então se cruzaram, o filme é uma belíssima homenagem a um grande repórter de guerra. MIDAS

Biografilm Festival (2018) - Audience Award - Competição Internacional 
San Sebastián International Film Festival (2018) - Audience Award - Melhor filme

  • Togoforhomes 02.png
  • LOGO_FARMACIA_SOUSA copy-1 (1).png
  • SMEG.png
  • Logo-Benamor-Golf.png
  • logo la baguette.png
  • rui_horta.png
  • ozadi.png
  • kozii.png
  • homegharb.png
  • desiespaco.png