quarta — 18/07/2018 — 21h30
Jusqu'à la Garde
Custódia Partilhada

Drama – FR, 2017  – M/12 – 93 min. V.O. em Francês / English Subtitles / Legendado em Português 

Realização e argumento: Xavier Legrand ·  Fotografia: Nathalie Durand · Com: Léa Drucker,  Denis Ménochet,  Thomas Gioria.

jusqu_a_la_garde-475692307-large.jpg

A primeira longa-metragem do realizador francês Xavier Legrand é, praticamente, a continuação da sua curta Avant que de Tout Perdre, de 2012, nomeada ao Óscar. Denis Ménochet e Léa Drucker retomam seus papéis como Antoine e Myriam, casal protagonista, ao lado de Mathilde Auneuveux, como a filha mais velha. O filme oscila entre o drama social, o suspense e o thriller, para contar a história de uma criança cujos pais separados partilham a sua custódia. Vítima de um pai ciumento e na ânsia de proteger a sua mãe assediada, Julien fará tudo ao seu alcance para evitar que o pior aconteça. Começa, praticamente como um documentário, com a recriação em tempo real de uma audiência pela custódia de um filho, uma cena excelentemente narrada, com a câmara perto das personagens. Tudo se baseia na tensão e na aproximação à verdade. Legrand brilha não só no desenvolvimento de uma história que nos prende e nos arrasta para um vórtice de terror, mas também no uso de certos elementos formais de filmes de género para transmitir a angústia da terrível ameaça a que mãe e filho estão sujeitos. Os críticos dizem que estamos perante um filme que se situa entre Chabrol e Hitchcock. O facto é que este filme tem recebido imensos prémios e onde estreou obteve aclamação do público. Sem dúvida, é um filme brilhante, actual e necessário!

2018

-Festival de Cinema de Glasgow: 

Nomeado Prémio do Público

-Festival de Cinema de Miami: 

Nomeado Melhor Argumento

2017

-Festival de Veneza: 

Leão do Futuro - Prémio Melhor Primeira Obra, Leão de Prata Melhor Realizador

-Festival Internacional de Cinema San Sebastián: 

Prémio do Público Melhor Filme Europeu

-Festival de Cinema de Filadélfia: 

Nomeado Melhor Primeira Longa-metragem

-Festival Internacional de Cinema de Toronto: 

Nomeado Prémio Platform 

-Festival de Cinema de Zurique: 

Menção Especial Longa-Metragem Internacional