Thu — 14/03/2019 — 21h
Chuva É Cantoria Na Aldeia Dos Mortos
Estreia Nacional

Drama - PT, BR, 2018, 114 min. M/12 - V.O. em Português
Realização e Argumento: João Salaviza, Renée Nader Messora · Fotografia: Renée Nader
Messora · Com: Henrique Ihjãc Krahô, Raene Kôtô Krahô e os habitantes da aldeia Pedro Branca - Terra Indígena Krahô

 

chuva_e_canto.jpg

Esta noite, os espíritos e as cobras ainda não apareceram. A floresta ao redor da aldeia está calma. Ihjãc, quinze anos, tem pe-
sadelos desde que perdeu o pai. Ele é um índio Krahô, do Norte do Brasil. Ihjãc avança na escuridão com o corpo suado. Uma voz
distante ecoa por entre as palmeiras. A voz do pai chama-o, junto à cascata: chegou o momento de preparar a sua festa de fim de
luto para que o espírito possa partir para a aldeia dos mortos. Rejeitando o seu dever e para escapar do processo de se transformar em xamã, Ihjãc foge para a cidade de Itacajá. Longe do seu povo e da sua cultura, vai enfrentar a realidade de ser um indígenano Brasil contemporâneo.

Festival de Cannes (2018) - Un Certain Regard Jury Prize - João Salaviza Renée
Nader Messora Lima Latin American Film Festival (2018) - Prémio do júri - Melhor Filme